Fluminense não consegue a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil


O Fluminense foi até o Serra Dourada nesta quarta-feira, dia 28, e acabou não conseguindo se classificar para a próxima fase da Copa do Brasil. Com dois gols que nasceram de jogadas contestadas pelos jogadores tricolores, que pediram faltas ao árbitro, o Goiás venceu o duelo por 2 a 0.

O jogo começou com o Fluminense melhor. Apesar de jogar fora de casa e contra a torcida, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo conseguia evitar os avanços do adversário e controlar bem a partida. As principais jogadas do Tricolor saiam dos pés de Rafael Sobis e Fred, que mesmo bem marcados conseguiam levar perigo à zaga goiana.

A vantagem adquirida no Maracanã dava ao Flu a tranquilidade para poder se fechar e sair no contra-ataque. Tudo estava aparentemente no controle, até o finalzinho do primeiro tempo. Após uma jogada duvidosa no meio de campo, quando Dudu Cearense derrubou Willian no meio de campo e, aproveitando que o árbitro paulista Luiz Flavio de Oliveira, armou o contra-ataque que terminou em gol de Renan Oliveira, aos 46 do primeiro tempo.

Apesar das reclamações naturais por conta da falta não marcada em Willian, o time do Fluminense voltou para a segunda etapa ciente de que poderia garantir a classificação. Um bom toque de bola e um sistema bem postado dava novamente o controle do jogo aos tricolores. Mas logo aos 9 minutos outra jogada muito duvidosa fez a equipe carioca sofrer outro revés. Após um chutão dado pela zaga do Goiás, Walter foi com o ombro nas costas de Igor Julião e derrubou o jovem criado em Xerém. Porém, mais uma vez o juiz ignorou a falta e o Goiás chegou ao segundo gol com William Matheus, revertendo a vantagem para os donos da casa.

Com 2 a 0, o Goiás começou a fazer cera. Os gandulas pararam de repor as bolas, os jogadores começaram a cair no campo e o goleiro Renan demorava para recolocar as bolas em jogo. Aos 41 minutos, quando o Fluminense pressionava o adversário, o árbitro Luiz Flavio de Oliveira parou o jogo para pedir atendimento médico e beber água.

Mesmo assim, o Fluminense lutou até o final, mas não conseguiu a vaga na próxima fase da Copa do Brasil.


FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 0 FLUMINENSE

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data-Hora: 28/8/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (RJ)
Auxiliares: Anderson José Moraes de Coelho e Celso Barbosa de Oliveira (SP)
Renda e público: Não disponível
Cartões amarelos: David, Rodrigo, Dudu Cearense (GOI); Rafael Sobis, Fred, Igor Julião e Willian (FLU)
Gols: Renan Oliveira, aos 46/1ºT (1-0), William Matheus, aos 9/2ºT (2-0)

GOIÁS: Renan, Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus; Dudu Cearense (Valmir Lucas, aos 32′/2ºT), David, Renan Oliveira, Ramon e Hugo (Eduardo Sasha, aos 43′/2ºT); Walter (Neto Baiano, aos 40′/2ºT) – Técnico: Enderson Moreira.
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Igor Julião, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Willian, aos 25′/1ºT) , Eduardo (Felipe, aos 15′/2ºT); Biro Biro (Samuel, aos 15′/2ºT), Rafael Sobis e Fred – Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Comunicação Institucional FFC
Fotos: Nelson Perez / Divulgação FFC
Fonte: Site Oficial do Fluminense FC