Luxa lamenta eliminação e condena a arbitragem: 'Foi determinante'

O Fluminense foi derrotado pelo Goiás por 2 a 0 e está eliminado na Copa do Brasil. A atuação do time no Serra Dourada novamente foi abaixo do esperado, principalmente na etapa inicial. Vanderlei Luxemburgo reconheceu o jogo irregular do time, mas a principal bronca do treinador foi com a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira. Para Luxa, houve falta nos dois lances que geraram os gols dos donos da casa, primeiro em Willian e no segundo em Igor Julião.

Mas a reclamação de Luxemburgo ainda foi além . O treinador pediu para que Luiz Flávio e seu irmão, o também árbitro Paulo César de Oliveira, não apitem mais jogos dos times que estão sob seu comando. Na sua visão, a dupla costuma ficar mal intencionada em função das brigas constantes que ele travou com Sérgio Correa, ex-presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, demitido há quase um ano.

- A arbitragem foi determinante e trouxe prejuízo. O primeiro lance há quem diga que não foi falta. Para mim foi. No segundo então não há dúvidas. É complicado. O Sérgio é um inimigo meu no futebol e tanto o Paulo César como o Luiz Flávio são muito amigos dele. Eles já vem premeditados em alguns lances em função disso. Gostaria que nenhum dos dois apitasse mais os meus jogos - desabafou.

Sobre o jogo, Luxemburgo elogiou a equipe do Goiás e lembrou a invencibilidade que eles mantém no Serra Dourada. Ele condenou o primeiro tempo ruim e disse que a vantagem obtida pelo rival no finalzinho acabou fazendo a cara do jogo mudar.

- Aí imprimimos um ritmo maior no segundo tempo. A gente tinha a vantagem, mas infelizmente não deu. No primeiro tempo tivemos uma boa chance com o Fred, mas ele acabou desarmado. Tentamos uma escalação mais leve, com os garotos de muito valor, mas o Goiás tem um time muito bem armado, nos dificultou e fez valer o fator casa. Não podemos culpar estes meninos. A culpa é minha - finalizou.

Após a eliminação, o Fluminense desembarca no Rio de Janeiro no fim da tarde desta quinta-feira e só se reapresenta na tarde de sexta, às 15h, nas Laranjeiras. O time volta a entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado, às 21h (de Brasília), contra o Santos, no Maracanã. Com 18 pontos, o clube ocupa a 15ª colocação na tabela.

Fonte: Globo Esporte