Fluminense luta muito, mas fica no 2 a 2 com o Atlético-MG, em Belo Horizonte


Mesmo não conseguindo a vitória, o Fluminense foi guerreiro na noite desta quarta-feira, dia 4, e com um jogador a menos, conseguiu voltar de Minas Gerais com um empate em 2 a 2 com o atual campeão da Libertadores, o Atlético-MG. Os gols do Tricolor foram marcados por Wagner e Rhayner.

- O resultado não foi ruim. Tínhamos a chance de sair daqui com uma vitória, mas com um jogador a menos e enfrentando um jogador com a qualidade do Ronaldinho que acertou duas faltas e empatou o jogo. Mudamos nossa atitude, lutamos até o fim e vamos buscar os pontos no Maracanã, com a força da nossa torcida – comentou o goleiro Diego Cavalieri.

O duelo começou com os dois times se estudando, a alteração do técnico Vanderlei Luxemburgo que escalou o jovem Rafinha entre os titulares surpreendeu o adversário. Desde os primeiros minutos, a equipe era melhor e esperava o momento certo para golpear os mineiros. Com o meio de campo congestionado, o Fluminense tentava incomodar com jogadas em velocidade. Foi em um lance desse que o primeiro golpe certeiro fez o Atlético-MG ir à lona pela primeira vez. Rafinha arrancou pela direita e cruzou. Após a rebatida de zaga do Galo, Wagner acertou um belo chute e abriu o placar.

Ciente que enfrentava um adversário difícil, o Tricolor naturalmente recuou, montou a guarda e preparou a melhor forma para se defender das ofensivas do adversário. Empurrado pela torcida, o Atlético era perigoso nas bolas paradas. E foi utilizando essa arma que eles chegaram ao empate. Ronaldinho Gaúcho, aos 47 do primeiro tempo, cobrou falta com perfeição e marcou, deixando o placar no final do primeiro tempo marcando 1 a 1.

Apesar de ferido por conta do golpe levado no fim da primeira etapa, os guerreiros das Laranjeiras se ergueram e partiram para cima na segunda etapa. Mantendo o espírito de luta e não se deixando abalar, o Fluminense foi para o ataque. Melhor na partida, o Tricolor tentava o segundo gol, mas pecava no último passe. Quando o Atlético resolveu atacar, abriu espaço e Rhayner não perdoou. Aos 27 minutos, o atacante armou um contra-ataque em velocidade e com categoria fez o segundo com uma cavadinha por cima do goleiro Victor.

Com 2 a 1 no placar, mas com um jogador a menos, uma vez que o árbitro deu cartão vermelho para Rhayner dois minutos após o gol, o Fluminense teve de recuar e esperar novos espaços para dar o golpe final. Porém, mais uma vez, Ronaldinho cobrou outra bela falta e acabou empatando o jogo, aos 37 minutos da etapa final, dando números finais a partida.

Confira tudo o que aconteceu no jogo no twitter oficial

Comunicação institucional FFC
Fotos: Nelson Perez / Divulgação FFC
Fonte: Site Oficial do Fluminense FC