Fluminense vence o Bahia com gol de Biro Biro

O Fluminense venceu o Bahia por 1 a 0, na noite deste sábado, no Maracanã, com o brilho do treinador e uma jovem promessa. Após um primeiro tempo em que foi inferior ao Bahia, Luxemburgo mudou o esquema e efetivou as entradas de Felipe e Biro Biro no Tricolor. As alterações fizeram efeito, o Fluminense ganhou em dinâmica, dominou o jogo e com o brilho e oportunismo de Biro Biro, chegou à vitória. A primeira nos últimos três jogos.

Com o triunfo, o Tricolor chegou aos 22 pontos e se afastou da zona de rebaixamento. Já o time baiano ficou estagnado com 23 e agora está apenas um ponto a frente do Fluminense.

Na próxima rodada, o tricolor enfrenta o Atlético Paranaense, na quarta-feira, às 19h30, no Durival de Britto. No mesmo dia, o Bahia recebe o Criciúma, às 21h, na Arena Fonte Nova.

Bahia é superior, mas primeiro tempo termina sem gols

O jogo começou no Maracanã e logo no início o Bahia já teve a primeira oportunidade. O volante Willian, do Fluminense, perdeu a bola no campo ofensivo e em três passes, o time baiano deixou Fernandão livre, na intermediária, correndo para a meta de Cavalieri. O atacante tentou tocar rasteiro no canto, mas a bola acabou indo para fora.

Aos 10 minutos, o panorama do primeiro tempo já estava delineado. Com a posse de bola, o Tricolor tentava criar oportunidades contra um adversário que se fechava, mostrava comprometimento e tentava sair com perigo nos contragolpes. Empurrado pela torcida, que compareceu em bom número ao estádio, o Fluminense tinha muita vontade, mas era ineficiente.

A segunda grande oportunidade de gol foi baiana. Aos 19', Willian Barbio invadiu a área pela direita, chutou cruzado e obrigou Diego Cavalieri a espalmar. A partir dos 20 minutos, o Fluminense conseguiu colocar a bola no chão e a partida ficou concentrada nas intermediárias e sem chances de gol, cenário que se modificou apenas no fim da primeira etapa. Aos 41', Wágner cobrou falta e a bola passou perto. Foi a primeira boa chance do time de Vanderlei Luxemburgo.

O Bahia não se assustou. Aos 43', após bate rebate, Fernando chutou para fora na pequena área. Logo em seguida, Raul arriscou e obrigou o goleiro tricolor a fazer grande defesa. O primeiro tempo terminou com superioridade do time baiano.

Luxa muda o time e Biro Biro garante a vitória tricolor

Ciente de que precisava alterar o cenário do jogo, Luxemburgo modificou o Fluminense no intervalo. O Tricolor começou a segunda etapa com Felipe e Biro Biro nos lugares de Willian e Marcos Junior respectivamente. As alterações deram resultado e o Flu passou a tocar melhor a bola. O time invertia melhor as jogadas, atuava pelos dois lados do campo e tentava confundir a marcação adversário. Aos 7', Felipe enfiou ótima bola para Samuel que ganhou do zagueiro e quase marcou. Cinco minutos depois, Biro Biro fez boa jogada e tocou para Felipe chutar por cima. A torcida tricolor se animou no Maracanã.
O Bahia já não conseguia encaixar contra-ataques com a mesma facilidade de antes. O Tricolor tinha o jogo dominado. Aos 18', Bruno aplicou um chapéu em Tite, entrou na área e cruzou rasteiro. O Bahia tirou na hora H. Dois minutos depois, o Flu abriu o placar. Sobis, que entrou no lugar de Samuel, chutou com força, o goleiro rebateu e Biro Biro completou para as redes no rebote.

A vantagem no placar do Fluminense provocou uma inversão de papéis. O time baiano teve que sair para o ataque e o fez de forma atabalhoada. Enquanto isso, o Tricolor passou a se fechar para tentar definir o duelo nos contragolpes.

Por volta dos 40 minutos, o Fluminense sentiu o cansaço e passou a administrar. Eufórica, a torcida que compareceu em bom número, cantou o hino da instituição em plenos pulmões. Vitória importante e por isso, muito comemorada.

Fonte: Zero Hora