Não é pra se orgulhar: Palmeiras tem a torcida brasileira mais violenta do mundo

A equipe do Melhor Futebol do Mundo fez um apanhado com algumas das torcidas mais violentas do mundo. Confira!


Top 10:

10 – Atlético Nacional (Colômbia) – O time verde e branco já chegou a ter participação ativa do traficante Pablo Escobar. Não bastasse isso, o Atlético Nacional ainda coleciona inúmeras brigas com torcidas rivais. Um caso recente foi em um jogo contra o Independiente Medellín, onde uma briga deixou 9 feridos e teve 315 presos.

9 – Al-Masry (Egito) – Pouca gente conhecia o pequeno clube de Port Said até 2012. Ao celebrar uma vitória contra o Al-Ahly, os torcedores do Al-Masry invadiram o campo para tentar bater nos jogadores adversários, a violência sobrou para a torcida também, no que foi um verdadeiro massacre. Foram ao todo 74 mortos e 248 feridos.

8 – Galatasaray (Turquia) – Um verdadeiro inferno espera quem for enfrentar os turcos do Galatasaray, dentro e fora de campo, já que o Gala tem uma das torcidas mais violentas do mundo. Ela é bastante conhecida pela violência e pelas brigas, principalmente contra os rivais Fenerbahçe e Besiktas. (Foto de capa)

7 – Liverpool (Inglaterra) – Já foi mais, mas a torcida do Liverpool está marcada por uma série de atos violentos durante sua história. Talvez o caso mais emblemático seja a tragédia de Heysel, na final da Liga dos Campeões de 1985, contra a Juventus. Foram 38 mortos e um número indeterminado de feridos, graças à queda do alambrado e de golpes a base de barras de ferro contra os torcedores italianos.

6 – Millwall (Inglaterra) – Já fizeram até filme falando da violência dos Bushwackers, como é conhecida a torcida do Millwall. O lema é simples: “Ninguém gosta de nós. Nós não estamos nem aí”. Na foto, uma das várias brigas da torcida, durante a semifinal da Copa da Inglaterra, contra o Wigan.

5 – PAOK (Grécia) – Uma das torcidas mais temidas da Grécia é a do PAOK. Conhecida por não perdoar os torcedores rivais, o clube coleciona confusões dentro e fora dos estádios. Na edição desse ano da Liga dos Campeões, inclusive, teve que jogar os playoffs de portões fechados por conta de brigas nas arquibancadas.

4 – Partizan (Sérvia) – Não dá pra esperar paz e amor de uma torcida conhecida como Grobari(Traduzindo literalmente: Os coveiros). E a torcida do maior campeão sérvio não tem essa fama só da boca pra fora, já que colocou muitos torcedores adversários debaixo da terra. Acumula rivais e torcidas inimigas não só na Sérvia, mas também em outros países na antiga Iugoslávia.

3 – Palmeiras (Brasil) – A torcida do Palmeiras se popularizou por assustar até jogadores com atos violentos. Nos últimos anos, vários atletas, entre eles alguns ídolos, foram agredidos. O atacante Vágner Love chegou a usar a justificativa para abandonar o clube em 2009.

2 – Newell’s Old Boys (Argentina) – O time que revelou Lionel Messi é conhecido por ter uma das torcidas mais violentas do futebol argentino. No caso mais chocante, ocorrido em 2010, um garoto de 14 anos foi assassinado após disputa entre facções de sua torcida organizada. Um mês antes, o chefe da torcida Roberto “Pimpi” Caminos foi executado com um tiro na cabeça.

1 – Lazio (Itália) – Com ligações históricas com o fascismo, a torcida da Lazio é uma das mais violentas da Europa. Já se envolveu em várias confusões, inclusive com mortes e coros racistas. Chegou a bater em torcedores do Tottenham durante jogo da Europa League por conta do time londrino ser considerado “time de judeus”.

Fonte: EstadioVip