Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Santos vence no Maracanã e agrava turbulência do Fluminense


O Fluminense voltou a decepcionar sua torcida. Em partida disputada na noite deste sábado, no Maracanã, o Tricolor das Laranjeiras foi derrotado pelo Santos por 2 a 0. O resultado fez o Tricolor das Laranjeiras cair para a 15ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 18 pontos ganhos. O Santos subiu para a 11ª colocação, com 22 pontos ganhos.

O Fluminense fez um péssimo primeiro tempo e permitiu que o Santos estabelecesse a boa vantagem. No segundo tempo, quando começava a reagir, o time tricolor perdeu o atacante Fred. O artilheiro sentiu um problema muscular e só ficou em campo, porque o técnico Vanderlei Luxemburgo já havia esgotado todas as substituições.

O time paulista soube aproveitar as oportunidades para construir sua vitória e depois se fechar para segurar o resultado. Na próxima rodada, o Fluminense vai encarar o Atlético-MG, no Independância. O Santos terá pela frente o Atlético Paranaense, na Vila Capanema.

O jogo

Fluminense e Santos começaram a partida de forma cautelosa, trocando muitos passes no meio campo e encontrando dificuldades para criar jogadas de área. Só aos cinco minutos é que a torcida viveu seu primeiro momento de emoção, quando Bruno investiu pela direita, driblou Thiago Ribeiro e cruzou para Fred, mas a zaga santista desviou.

A resposta do Peixe veio aos sete minutos. Thiago Ribeiro fez boa jogada individual e rolou para Alan Santos que chutou forte para boa defesa de Diego Cavalieri. Aos nove minutos, Rhayner se aproveitou da desatenção da zaga santista, invadiu a área e chutou cruzado, mas sem qualquer pontaria, para alívio do goleiro Aranha. O Santos acabou marcando o primeiro gol, aos 12 minutos.Cicinho tabelou com Alan Santos e cruzou rasteiro para Thiago Ribeiro se antecipar à marcação e tocar para as redes de Diego Cavalieri.

O Tricolor das Laranjeiras partiu para o ataque e, aos 17 minutos, Fred foi derrubado por Edu na entrada da área, mas a cobrança feita por Rafael Sobis explodiu na barreira. O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo passou a pressionar.em busca do gol de empate, acionando principalmente o lateral-direito Bruno que levava vantagem sobre o lateral Mena, mas não conseguia efetuar bons cruzamentos.

Aos 23 minutos, o Santos desperdiçou uma grande oportunidade para ampliar o marcador. Thiago Ribeiro cobrou falta e Everton Costa entrou livre, mas cabeceou para fora.

Desfalcado de Jean, o Fluminense encontrava dificuldades para armar as jogadas, enquanto o Santos se ressentia da ausência de Montillo, mas contava com movimentação intensa dos seus atacantes.

O Santos marcou o segundo gol aos 28 minutos. Falta na entrada da área que Cícero bateu com violência e ainda contou com a colaboração do goleiro Diego Cavalieri que tocou na bola, mas não conseguiu desviá-la. Um minuto depois, Diego Cavalieri teve que sair do gol para impedir que Cícero fosse lançado na área em condições de concluir.

Por volta dos 30 minutos, torcedores do Fluminense começaram a brigar na arquibancada, exigindo a intervenção dos policiais para acalmar o ambiente. O Fluminense pressionava em busca do primeiro gol, mas o time da Vila Belmiro se defendia com segurança e não permitia espaços para a conclusão dos atacantes tricolores. Aos 43 minutos, depois de cruzamento, Fred caiu e a torcida pediu pênalti, mas o árbitro considerou que o lance foi normal. No encerramento do primeiro tempo, a torcida vaiou os jogadores do Fluminense.

O Tricolor voltou para o segundo tempo com Felipe e Wagner no lugar dos jovens William e Eduardo. Aos cinco minutos, Rafael Sobis cobrou falta do lado esquerdo, o goleiro Aranha saiu muito mal e a bola se chocou com a trave esquerda, dando um grande susto na defesa da equipe paulista.

O Fluminense mostrava um desempenho melhor do que o mostrado na etapa inicial e pressionava em busca do primeiro gol.Aos dez minutos, Fred recebeu inteiramente livre, na entrada da área, mas chutou muito mal e colocou a bola por cima do travessão, sem levar qualquer perigo para o goleiro Aranha. O Santos procurava administrar o resultado, tocando a bola e buscando espaços na defesa tricolor.

Aos 13 minutos, Marcos Junior cruzou e Wagner, na pequena área, bateu de primeira, mas o goleiro Aranha usou o pé direito para impedir que a bola entrasse. A pressão tricolor aumentava a cada minuto e o time paulista apenas se defendia. O atacante Fred sentiu uma lesão na coca esquerda, mas continuou em campo, já que o Fluminense já havia gasto todas as substituições.

Aos 16 minutos, sem condições de chutar, Fred recebeu na pequena área e foi obrigado a rolar para Rafael Sobis que dividiu com um zagueiro e perdeu a bola. Aos 19 minutos, Rafael Sobis chutou cruzado e Aranha espalmou para escanteio. Fred continuava em campo, mas pouco se movimentava, em função da lesão.. Aos 22 minutos, novamente Rafael Sobis invadiu a área pela esquerda e chutou forte, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora.

No Santos, o técnico Claudinei resolveu segurar o resultado e colocou o experiente lateral Léo no lugar do atacante Leandrinho. O time paulista não conseguia criar jogadas de ataque e se limitava a tentar bloquear as investidas do adversário.

Só aos 32 minutos, é que o Peixe descobriu um espaço na defesa tricolor. Thiago Ribeiro invadiu a área em velocidade, mas o goleiro Diego Cavalieri saltou nos pés do atacante e fez grande defesa. No minuto seguinte, Everton Costa entrou livre na área, mas errou o passe quando tinha tudo para definir a jogada, com sucesso.

Nos últimos minutos, o Tricolor carioca seguiu pressionando para tentar marcar, pelo menos, um gol, mas a defesa santista conseguiu segurar o resultado, para irritação da torcida tricolor que voltou a vaiar o time no final da partida.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE 0 X 2 SANTOS

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Data: 31 de agosto de 2013 (Sábado) 
Horário: 21 horas (de Brasília) 
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) 
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO) 
Cartões Amarelos: Gum (Fluminense); Mena (Santos) 
Gols: 
SANTOS: Thiago Ribeiro, aos 12, e Cícero, aos 28 minutos do primeiro tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Willian (Felipe), Rhayner (Marcos Junior) e Eduardo (Wagner); Rafael Sobis e Fred 
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Durval e Eugenio Mena; Renê Júnior, Alan Santos (Pedro Castro) e Cícero; Everton Costa, Thiago Ribeiro (Giva) e Leandrinho (Léo) 
Técnico: Claudinei Oliveira

Fonte: IG

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques