Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Em momentos distintos, Fluminense e Botafogo fazem clássico no Maracanã


"Em alguns momentos de um jogo, como se desenha o de quarta-feira, o apoio da torcida pode acabar fazendo toda a diferença. Falo isso desde a entrada em campo, quando o jogador fica satisfeito de ver o seu lado da arquibancada tomado, passando inclusive pelos momentos em que a partida está equilibrada e os torcedores começam a empurrar os jogadores para cima do adversário. Acredito sinceramente que a torcida é um aliado muito importante do Fluminense no Rio de Janeiro, e não podemos abrir mão disso", explicou o lateral-esquerdo Carlinhos.

Um time está subindo de produção, enquanto o outro vem caindo. Assim pode ser definido o clássico do Maracanã desta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), pela 25ª rodada doCampeonato Brasileiro . O Fluminense não perde há sete partidas e aparece na oitava posição, com 33 pontos. Já o Botafogo perdeu os três últimos compromissos, ficou estacionado nos 42 pontos e perdeu a vice-liderança para o Grêmio.

O momento das duas equipes é realmente o principal ingrediente do jogo e tem servido de base para os discursos dos dois lados do clássico. Os botafoguenses, por exemplo, sabem da necessidade de se recuperar.

"Não podemos ficar adiando a recuperação, pois os últimos resultados não foram os esperados e estamos começando a ficar para trás. Nossa pontuação era para ser outra neste momento do segundo turno e vamos precisar recuperar principalmente os pontos perdidos em casa para Bahia e Ponte Preta. O clássico contra o Fluminense é a primeira oportunidade para alcançarmos esse objetivo e uma chance que temos para reagir, mesmo reconhecendo a qualidade do adversário e as dificuldades que teremos para superá-los", disse o atacante Rafael Marques.

A crise botafoguense também foi comentário entre os tricolores, que preferiram minimizar a situação. "O Botafogo vem perdendo alguns jogos, mas continua em uma excelente posição na tabela de classificação e pode reagir logo, pois tem um bom time e jogadores experientes e de qualidade. Portanto, não vamos nos iludir esperando facilidades. Cabe ao Fluminense tentar se impor desde os primeiros minutos e procurar deixar o adversário sob controle", disse o zagueiro Gum.

Com o desejo de dominar as ações desde o começo e controlar o adversário, os jogadores do Fluminense também desejam contar com o apoio em massa de sua torcida, que deve comparecer em bom número após os últimos bons resultados.

Botafogo perdeu os últimos três jogos no Brasileirão

Se o Fluminense aposta na força da torcida, os botafoguenses confiam na união do grupo e na vontade de vencer para deixar o gramado com os três pontos.

"O nosso grupo está muito focado em conquistar os objetivos, e sabemos que estamos em dívida com a torcida por conta dos últimos resultados. Somente nós podemos mudar essa situação e melhorar. Portanto, estamos unidos e focados neste jogo, em que poderemos retomar a nossa caminhada", analisou o meia Lodeiro.

Em termos de escalação, o técnico Oswaldo de Oliveira vai promover mudanças no Botafogo. O lateral-esquerdo Júlio César, preservado contra a Ponte Preta, reaparece na vaga de Lima. Desfalque certo é o meia Hyuri, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra a Macaca e terá que cumprir suspensão. A tendência é que um atacante entre, com Rafael Marques sendo recuado para ajudar na criação de jogadas no meio-campo. Assim, a vaga do ataque seria disputada por Henrique e Alex.

Pelo lado do Fluminense, Vanderlei Luxemburgo tem problemas para este jogo, pois não terá laterais pelo lado direito. Isto porque Bruno e Igor Julião, reserva imediato do setor, foram advertidos com o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Goiás e estão suspensos. Assim, o volante Jean terá que ser improvisado no setor, com Rafinha, que retorna de suspensão, entrando. O meia Wágner, recuperado de uma pubalgia, deve ser usado na vaga de Diguinho, que volta a ser opção no banco de reservas.

Botafogo e Fluminense se enfrentaram três vezes neste ano. Na fase de classificação da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, empataram por 1 a 1. Depois disto, o Botafogo ganhou os outros dois jogos por 1 a 0, sendo um na decisão da Taça Rio, segundo turno do Estadual, e outro no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, quando Seedorf fez o gol decisivo na Arena Pernambuco.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE X BOTAFOGO 
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Data: 2 de outubro de 2013, quarta-feira 
Horário: 21 horas (de Brasília) 
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE) 
Assistentes: Alessandro Rocha Mattos (Fifa-BA) e Emerson de Carvalho (Fifa-SP) 

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Jean, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Rafinha, Wágner e Rhayner; Biro Biro e Rafael Sobis 
Técnico: Vanderlei Luxemburgo 

BOTAFOGO: Jéfferson; Edilson, Dória, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf, Lodeiro e Rafael Marques; Alex (Henrique) 
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Fonte: Ig

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques