Recordar é viver: Assis visita cidade mineira e é recebido por torcida do Flu

É quase automático. Quando o torcedor do Fluminense encontra o ídolo Assis, o canto é inevitável: 'Recordar é viver, Assis acabou com você!' Os mais novos não lembram, mas os mais velhos fazem questão de repetir o som das arquibancadas que surgiu após a conquista do título carioca de 1983, após gol o ídolo tricolor, aos 45 minutos do segundo tempo, em cima do arquirrival Flamengo. Nesta terça-feira, o canto do carrasco não foi gritado no Maracanã antes de um Fla-Flu. O grito dos tricolores cariocas ocorreu em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

- Até hoje vivo desse gol. Todo lugar que vou o torcedor pede para eu contar como foi. Nos meus 20 anos de carreira, posso afirmar que foi o gol mais importante. Naquele dia, a ficha só foi cair de madrugada, em casa. E também foi o último gol que Raul levou na carreira – lembrou.
Assis esteve em Uberlândia na noite desta terça-feira em encontro que reuniu dezenas de torcedores e amantes do futebol. O craque está com o staff do Fluminense percorrendo o país em busca de sócios do futebol no projeto 'Tricolor em toda Terra'.

- Sou um funcionário do Fluminense, ando o Brasil inteiro e é impressionante o tanto que a nossa torcida cresceu. O tricolor começou em minha vida aos oito anos. Antes, torcia por um time de São Paulo. Mas quando criança, assistia aos jogos em preto e branco e ficava curioso para saber como eram as cores do Fluminense. Foi assim que começou esse amor – contou.

Assis nasceu na Zona Leste de São Paulo. Além do Fluminense, jogou por São José, Portuguesa, Atlético-PR, Pinheiros-PR, Paysandu, Inter de Limeira, Francana, Internacional e Miami-EUA. Conquistou um paulista, dois paranaenses, três cariocas, um brasileiro e um título gaúcho.
Além do staff do Fluminense, Uberlândia tem a torcida organizada Fluberlândia. O grupon ficou à frente do evento e contribuiu com as ações de marketing do clube. A torcida do Flu compareceu em peso, mas até a publicação desta reportagem, o total de planos sócio-torcedor vendidos não havia sido informado.



Fonte Globo Esporte