Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Estudo do Itaú BBA mostra que clubes da Série A apresentam resultado de R$ 500 milhões em 2012

Um estudo anual realizado pelo Itaú BBA, envolvendo os 20 clubes que disputaram a Série A em 2012, além dos quatro times da Série B que obtiveram acesso à elite, apresenta um EBITDA combinado das agremiações que chega a R$ 500 milhões. O EBITDA corresponde ao resultado financeiro antes do abatimento de juros, impostos, depreciação e amortização. O número mostra evolução no futebol brasileiro: em 2010, o resultado foi praticamente zero; em 2011, foi próximo do patamar de R$ 300 milhões.

Os economistas do Itaú constataram que o grande impulsionador deste resultado foi o aumento da receita bruta auferida pelos clubes: de cerca de R$ 2,245 bilhões em 2011, o número saltou para R$ 2,965 milhões em 2012, perto da casa dos R$ 3 bilhões, o que corresponde a um aumento de 32%. Em 2010, o valor era muito menos expressivo, em torno de R$ 1,75 bilhão. Os direitos de transmissão de televisão, totalizando cerca de R$ 1,3 bilhão, foram a maior fatia das receitas em 2012.

Boa parte da receita continua concentrada em cinco principais clubes da Série A: Corinthians, São Paulo, Internacional, Flamengo e Santos. O estudo mostra, entretanto, uma leve diminução na concentração: em 2011, os cinco eram responsáveis por 48% do total; em 2012, o número apresentou uma pequena queda, ficando em 44%. No ano em que conquistou a Libertadores e o Mundial, o Corinthians foi líder absoluto em receita, superando a barreira dos R$ 350 milhões, quase R$ 100 milhões acima do segundo colocado São Paulo.

O aumento de receita dos clubes trouxe mais investimentos em categorias de base e infraestrutura. Foram R$ 629 milhões investidos em 2012, comparados a R$ 505 milhões em 2011, um crescimento de 25%. Em estrutura, o aumento é maior, de 84% em relação a 2011, sendo que a número já exclui empreendimentos como a Arena Corinthians e o Allianz Parque, do Palmeiras, que até o momento não utilizaram verba dos clubes. Em categorias de base, os investimentos também crescem de forma expressiva, em 108% de 2010 para 2011, e 31% de 2011 para 2012.

Os economistas do Itaú BBA fazem uma ressalva: os investimentos ainda são superiores ao EBIDTA, e, consequentemente, à geração de caixa dos clubes, o que gera endividamento. As dívidas totais dos clubes apresentaram, de 2011 para 2012, um aumento da ordem de R$ 553 milhões, o que corresponde a cerca de 22%. O valor inclui dívidas fiscais, operacionais e com instituições financeiras. Os economistas do Itaú BBA ressaltam que as dívidas tributárias incluem os valores que vem sendo renegociados por diversos clubes. Para os profissionais, a regularização é um movimento posítivo, possibilitado justamente pelo aumento nas receitas.

Fonte: O POVO

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques