Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Luxa lamenta entrada no Z-4, mas mantém confiança: 'O Flu não vai cair'


A série negativa começa a cobrar seu preço. Ao completar neste domingo seu nono jogo sem vitória (a terceira derrota seguida), o Fluminense voltou a entrar na zona do rebaixamento após 24 rodadas. Para piorar, o revés para o Corinthians por 1 a 0 (veja os melhores momentos no vídeo ao lado) - somado ao empate do Vasco contra o Santos e à vitória do Criciúma sobre o Náutico - jogou o Tricolor para a 18ª posição no Campeonato Brasileiro. Apesar da situação complicada, o técnico Vanderlei Luxemburgo mostrou otimismo após a partida. Mesmo lamentando a entrada no Z-4, o comandante avisou: o Flu não vai cair.
- Acabei de ter uma conversa com os jogadores no vestiário e pedi equilíbrio. Qualquer resultado hoje seria normal. Era um jogo difícil fora de casa. O torcedor está chateado. Os dirigentes, o técnico, a comissão e os jogadores também. Mas não adianta rachar agora. Já falei que trocaria todas as minhas conquistas para tirar o Fluminense dessa situação. Precisamos nos fechar ainda mais. Caso contrário, a coisa vai ficar complicada. Foi um jogo complicado e dei os parabéns à minha equipe não pela derrota, mas pela forma como o time jogou e correu. Se jogar desse jeito, com comprometimento e melhorando a parte técnica, o Flu não vai cair - disse o treinador.

Confira os outros trechos da entrevista de Luxa:

Com a derrota, o Fluminense estacionou nos 36 pontos, foi ultrapassado por Criciúma e Vasco, e ocupa agora a antepenúltima posição do Campeonato Brasileiro. A deleção tricolor seguiu direto de Araraquara para Campinas, onde vai passar a noite. O retorno ao Rio será apenas na manhã de segunda-feira. O Tricolor volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Náutico, às 21h (de Brasília), no Maracanã.
ZONA DO REBAIXAMENTO

Entrar na zona é uma coisa que poderia acontecer se não ganhássemos. Agora faltam cinco jogos, cinco decisões. A situação não é confortável. Se fosse, estaríamos disputando o título. Os jogadores foram guerreiros. Tivemos desequilíbrio físico. Coloquei um time mais experiente e sacrifiquei alguns jogadores, como o Felipe na ala, Valencia e Wagner voltando, Marcelinho vindo de cirurgia, diversas situações. Mas não terminou ainda. Falei com os jogadores, eles estão chateados. São cinco jogos para decidir a nossa vida. Entramos na zona. É ruim
PÊNALTI 

Os erros estão acontecendo. Além do resultado aqui, ainda nos gera um prejuízo lá na frente. Contra o Cruzeiro, por exemplo, o árbitro foi prepotente. Tirou o Sóbis do jogo. Contra a Portuguesa eu fui expulso. Por isso fui retirar meus jogadores no fim do jogo. Não adiantava ficar reclamando com o árbitro. Seria pior se alguém fosse expulso e ficasse fora do próximo jogo. Deixa pro pessoal analisar o lance e dizer que foi pênalti ou não.
JOGO 

Estamos caminhando rodada a rodada. Existia a possibilidade de entrar na zona nesta rodada por causa dos outros jogos. Dava para o Criciúma ganhar do Náutico em Recife como aconteceu. Já o Vasco jogou um clássico contra o Santos. Na verdade o resultado pior para nós foi a vitória do Criciúma. Isso que complicou. Mas o resto foi normal. Mais uma vez tomamos um gol no fim, O Cavalieri só fez uma defesa o jogo todo. Infelizmente a bola sobrou para o Emerson cruzar. Uma hora essa maré vai virar. Estamos trabalhando para isso.
FUTURO 

Faltam cinco jogos e já falei que vou ficar até o final. Não sou homem de fugir. Sou um treinador de futebol e não podemos ter apenas coisas boas pela frente. O objetivo é sempre ter um percentual maior de coisas boas do que de percalços. Não vou fugir de maneira alguma. Tenho conversado com o presidente e estamos empenhados em tirar o Fluminense dessa situação. Acredito muito no trabalho e na harmonia do elenco. Os jogadores estão chateados, é claro, mas o grupo está coeso e comprometido. Estamos encontrando dificuldades, mas vou até o final e o Fluminense não vai cair. 
PROBLEMAS

Tudo que eu falar nesse momento vai parecer defesa. Não adianta dizer muita coisa. Temos tido dificuldade. Basta analisar com critério todos os problemas desde a nossa chegada ao clube. Lesões de jogadores importantes, por exemplo. Uma série de coisas aconteceram e agora temos mais cinco jogos para evitar o rebaixamento.  
CONVERSA NO VESTIÁRIO

Acabei de ter uma conversa com os jogadores no vestiário e pedi equilíbrio. Qualquer resultado hoje seria normal. Era um jogo difícil fora de casa. O torcedor está chateado. Os dirigentes, o técnico, a comissão e os jogadores também. Mas não adianta rachar agora. Já falei que trocaria todas as minhas conquistas para tirar o Fluminense dessa situação. Precisamos nos fechar ainda mais. Caso contrário, a coisa vai ficar complicada. Temos que manter o equilíbrio. O futebol é emoção e a paixão fica exposta. Dirigentes de grandes conquistas chegaram a topo por tomarem decisões importantes em momentos difíceis. Temos que ter calma para saber que a derrota aconteceu, mas talvez tenha sido o jogo que eu tenha visto o time mais se entregar, ralar o rabo no chão. Foi time de guerreiro mesmo. Vi coisas boas, mas houve um desequilíbrio físico. 40% do time estava sem jogar recentemente. Felipe, Wagner, Marcelinho, Valencia... Não conseguimos sair muito no segundo tempo. Ainda perdemos jogador por lesão como o Diguinho. No fim, Wagner pediu para sair, Felipe jpa tinha mandado recado, Marcelinho estava cansado... Foi um jogo complicado e dei os parabéns à minha equipe não pela derrota, mas pela forma como o time jogou e correu. Se jogar desse jeito, com comprometimento e melhorando a parte técnica, o Fluminense não vai cair.
ATUAÇÃO DA EQUIPE

 Vi muitas coisas certas nesse jogo. Mas se o time estivesse certinho, estava brigando peolo título. Vocês falaram muito de mistério durante a semana, mas eu precisava de privacidade para trabalhar e armar o time. Uma foto que sai já entrega o ouro ao adversário. Seria egoísta da minha parte ficar preocupado com minha carreira agora. Estou preocupado com o Fluminense. Sabíamos tudo o que o Corinthians ia fazer hoje. O Diego só fez uma defesa. Optei pelos jogadores mais cascudos pela importância do jogo. Ter quatro ou cinco jovens em campo seria pesado. O Valência estava a meses sem jogar pelo Flu e foi bem. Infelizmente o resultado foi esse que se apresentou, mas vi um time comprometido. Faltou só vigor físico. Tive que fazer substituições que não estavam previstas.

Fonte: Globo Esporte

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques