Alvo do America, Felipe se revolta ao responder sobre o clube: 'Me respeita'

O meia Felipe não gostou da repercussão sobre a sua ida ao treinamento do America neste quarta-feira. O jogador acompanhou o trabalho da equipe em Edson Passos, na Baixada Fluminense. Logo em seguida, o vice-presidente do Mecão, Gilberto Cardeal, confirmou que o clube tem interesse no jogador. A empresa que gerencia o futebol do clube, a ODG, também deu aval à informação, mas ainda sem nenhuma proposta oficial.

- Havia uma conversa sobre o interesse no jogador. Conversei com o Fábio, que é o representante do America junto ao grupo ODG. Soube dessa questão também. Estou tentando entrar em contato novamente com ele - disse.

A equipe do GloboEsporte.com procurou o jogador, ex-Fluminense, para repercutir o assunto. Ao meia, por telefone, foi perguntado se ele teria interesse em defender o America e se já havia sido iniciado alguma conversa com o clube que disputa a Série B do Rio. Mas Felipe se revoltou.

- Me respeita, c... Eu só sou amigo dos caras e fui assistir ao treino. Me respeita! - esbravejou.

Centenário, o America foi sete vezes campeão carioca. Atualmente o clube tenta voltar para a elite do futebol do Rio. Nesta empreitada, a diretoria acertou com o lateral-esquerdo Gilberto, que foi a duas Copas do Mundo e teve passagens marcantes por Cruzeiro, Flamengo, Vasco, Internazionale e Grêmio. Ele abriu mão da aposentadoria.

Nas Laranjeiras, o meia de 36 anos foi reserva durante quase toda a temporada e não teve sequência. Sem renovar, Felipe estuda propostas do mundo árabe e de um time brasileiro para encerrar a carreira. Uma volta para São Januário também foi discutida, mas o salário do ídolo da torcida pesa contra. No Flu, ele ganhava cerca de R$ 350 mil mensais e não estaria disposto a reduzir em mais de 50% para se adequar à política financeira do rebaixado ex-clube.

Fonte: Globo Esporte