Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Após exames, Walter ouve samba e afina discurso: ‘Farei história no Flu’

O sucesso dentro de campo depende do bem estar fora dele. Walter é assim. Seja no Internacional, clube no qual passou uma semana desaparecido até decidir deixar Porto Alegre e rumar ao Porto, de Portugal; seja no Goiás, onde foi destaque com 29 gols marcados no ano passado. O atacante precisa estar ambientado não só ao time e ao grupo de colegas, mas também à cidade. Foi pensando nisso que, na tarde desta quarta-feira, ele começou a desfrutar do Rio de Janeiro. Depois de realizar exames médicos para assinar contrato com o Fluminense, o jogador aproveitou o dia ensolarado e curtiu a praia de Copacabana ao lado da família. Conheceu um pouco do samba carioca e começou a entrar no clima da nova vida. A quinta-feira será de viagem a Mangaratiba, na Costa Verde, palco da pré-temporada do clube tricolor. Com uma promessa: a passagem, inicialmente de dois anos, será histórica. 
  
Walter estava com a mulher Vanessa e a filha Catarina Vitória em um quiosque de Copacabana quando atendeu à reportagem do GloboEsporte.com. Comentou sobre a demora na negociação – o Fluminense o havia anunciado como reforço embora o Porto não o tivesse liberado. Disse ter ficado "besta" com o interesse do Tricolor. Não escondeu a necessidade de perder peso para entrar em forma. E, ao sonhar com a Seleção, garantiu uma passagem especial pelas Laranjeiras ao lado do "especial" treinador Renato Gaúcho. Aliás, eram visíveis a satisfação e a felicidade pelo acerto com o novo clube. 


- Fiquei nervoso com a negociação. Vai fazer um mês desde o último jogo (dia 8 de dezembro pelo Goiás). É muito tempo parado. Agora é voltar a treinar para ficar bem. Mas é um sonho realizado. Fiquei besta com a proposta do Fluminense. Agradeço a todos que confiam em mim. Farei de tudo para não decepcionar ninguém. Farei história aqui – disse Walter, enquanto bebia suco de laranja e ouvia música de um trio de sambistas que roda pelo bairro.  

A programação ainda é desconhecida por Walter. Os exames foram feitos na manhã desta quarta no Hospital da Unimed, na Barra da Tijuca. Ele irá, quinta pela manhã, a Mangaratiba para iniciar a preparação. Não sabe como serão os treinos, mas deseja estar junto do grupo, tanto que irá assistir ao jogo contra o Madureira, sábado, às 17h, em Moça Bonita, na abertura do Carioca. Previsão de estreia? Nenhuma.

- Não tenho tempo a perder. Agora é tudo Fluminense – destacou o atleta, que assinará contrato de empréstimo por dois anos.   

Confira os outros trechos da entrevista:
GloboEsporte.com – Como foi a realização de exames médicos? Deu tudo certo? E quais os próximos passos como jogador do Fluminense?

Walter: Deu tudo certo, sim. Fazer os exames mostrou que está tudo certo. A negociação com o Porto demorou pois foi no período que eles tinham clássico com o Benfica. Mas agora está tudo pronto. Vou amanhã (quinta) pela manhã para a pré-temporada. A prioridade agora é a parte física. Eu pego ritmo de jogo, jogando. Voltar o mais rápido possível. Graças a Deus eu me recupero rápido. Quero manter o nível do ano passado e melhorar.

Projeta dificuldade de recuperar a forma física? Renato Gaúcho revelou que irá cobrar dedicação de todos os jogadores e disse que você precisa estar no peso certo.

O grupo está duas semanas na minha frente. Treinarei este tempo e depois quero a bola. Aos poucos, tudo vai dar certo. Vou me focar. É o que mais quero: começar a treinar e defender o Flu. Quero entrar na minha forma, ajudar o Fluminense e o Renato. É uma pessoa importante, especial. Os jogadores falam bem dele. A gente sempre jogou contra, sempre veio falar comigo. Ele me respeito. Foi assim na vitória sobre o Grêmio (Walter fez dois gols no 2 a 0 no Serra Dourada pelo Brasileirão). Ele me deu parabéns. Vamos trabalhar juntos pela primeira vez. Vai dar certo. Vou fazer história aqui. Falamos um pouco, pelo celular, durante a negociação. Ele me conhece: sabe que meu corpo é assim. Vou perder o peso necessário, mas nunca serei magro. Ninguém vai me ver magro. Não posso emagrecer e perder força. O importante é respeitar as determinações dele e da comissão técnica. Não teremos problemas com isso.

Renato foi atacante na época de jogador. Isso pode lhe ajudar na adaptação no novo cube?

Ele foi um atacante fez sucesso no futebol, vai me ajudar. Aprendi no Porto com Hulk e Falcao. No Inter com Nilmar e Alecsandro. Tenho sorte: sempre trabalhei com atacantes de qualidade. Agora tem o Fred e o Sobis. Quero manter o nível do ano passado e melhorar.

Como é possível melhorar? Qual a meta a ser buscada?

Quero ser campeão e chegar à Seleção. Tenho de estar bem no Fluminense. A Seleção, eu penso, claro. Acho que ainda dá para ir à Copa, eu sei que, se estiver bem, o Felipão vai olhar. Tenho esperança, sim. Ninguém sabe o dia de amanhã.

Walter Fluminense, esposa Vanessa, filha Catarina Vitória, praia de Copacabana (Foto: Hector Werlang)

Fonte: Globo Esporte

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques