Fred será poupado e ficará fora da estreia do Fluminense no Carioca

A ausência de Fred no time titular no treino tático de segunda-feira e no coletivo de terça não era apenas um teste feito por Renato Gaúcho. Ele preparava a equipe. Apesar de ainda não ter divulgado oficialmente, o técnico decidiu que o atacante não vai participar da partida contra o Madureira, sábado, às 17h (de Brasília), em Moça Bonita. O treinador não quer correr o risco de perder seu principal jogador. Fred não joga há quatro meses, desde que se machucou no último dia de agosto. A lesão muscular na coxa direita o afastou do time por três meses. Só em dezembro ele conseguiu retomar os treinos físicos e se preparou para a pré-temporada. A condição do camisa 9, no entanto, ainda é considerada distante da ideal. O capitão deve voltar a jogar no dia 23, contra o Bonsucesso, no Maracanã, pela segunda rodada. 

Em entrevista ao GloboEsporte.com na segunda-feira, Renato disse que poderia deixar Fred fora do primeiro jogo. 

- O Fred está vindo de uma lesão muito séria. A gente não pode dar um passo maior do que a perna. Tem que preparar novamente o corpo do Fred, fazer os trabalhos necessários para que possa voltar com a musculatura forte e não sentir mais nada. Senão, não adianta. Ah, o Fred vai jogar, pode jogar sábado? Sim. De repente se ele jogar sábado a gente vai estar querendo dar um passo maior do que a perna. De repente a gente vai estar colocando o Fred sem aquelas condições necessárias para ele jogar. E aí ele pode ter algum tipo de lesão. Então, quem vai dar a resposta para a gente de quando vai poder jogar ou não é o próprio Fred. E a gente está tomando todos os cuidados para no momento que entrar não sair mais. Não adianta botar à meia-boca. Vai meia-boca, aí sente alguma coisa e a gente perde o Fred. No momento que ele jogar, que pode ser sábado e pode ser na outra quinta (contra o Bonsucesso), no momento que entrar, vai estar se sentindo bem em todos os sentidos para render o que ele sabe - disse Renato.

Fred tem feito treinos preventivos contra lesões na pré-temporada em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio. Ele chegou a ficar fora de quatro atividades com o grupo. Na tarde de segunda e na tarde desta terça, no entanto, treinou no campo e com bola, mas ficou fora dos trabalhos com o provável time titular. E não foi o único. O lateral-esquerdo Carlinhos e o zagueiro Leandro Euzébio também não foram escalados e é possível que sejam preservados também. 

Renato escalou o time duas vezes seguidas com Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Elivélton e Ronan; Diguinho, Jean, Wagner e Conca; Rafael Sobis e Michael. Este último, aliás, também é dúvida. O atacante, que marcou um dos gols da vitória dos titulares por 3 a 0, ainda aguarda a liberação da punição por doping recebida em maio do ano passado por uso de cocaína. A definição, segundo a assessoria de imprensa do clube, está prevista para esta quarta. 

Renato também testou Biro Biro, numa formação sem um atacante de referência. O garoto, de 19 anos, entrou bem, deixou o time ainda mais veloz ao lado de Wagner, Sobis e Conca, e marcou o terceiro gol do coletivo.

Na tarde desta quarta, Renato Gaúcho fará mais um teste. O Fluminense enfrenta o Grêmio Mangaratibense, às 16h30m, no campo que serve de treinos para o time em Mangaratiba. A tendência é que a equipe seja repetida mais uma vez.

Fonte: Globo Esporte