Cristóvão repete time, veta câmeras e tenta arrumar sistema defensivo

A formação que goleou o Horizonte-CE e levou o Fluminense à segunda fase da Copa do Brasil está mantida por Cristóvão Borges. Agora, o técnico trabalha para melhorar a equipe para a estreia no Brasileirão, sábado, contra o Figueirense, no Maracanã. Na manhã desta quarta-feira, Cristóvão promoveu um treino tático nas Laranjeiras e manteve a escalação com Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Diguinho, Jean, Wagner e Conca; Sobis e Fred. O técnico não permitiu que a atividade fosse filmada. 


Foram dois tempos de 20 minutos cada. Na primeira parte, o time teve dificuldades de criação e passar pela marcação dos reservas foi um problema. Só quando Wagner, Conca, Sobis e Fred ficaram mais próximos, o desempenho melhorou. O time de baixo mostrou velocidade e abriu o placar com Biro Biro, após bom lançamento de Gustavo Scarpa. O empate demorou a sair, mas Rafael Sobis, que ainda pode ir para o Corinthians, marcou. 

Os reservas jogaram com Felipe Garcia, Wellington Silva, Wellington Carvalho, Leandro Euzébio (Marlon) e Chiquinho; Valencia, Rafinha, Gustavo Scarpa e Kenedy; Biro Biro e Walter. Chiquinho, Gustavo Scarpa e Biro Biro se destacaram. Além de um ataque veloz, o time mostrou mais vontade e foi firme na marcação.

No segundo tempo, os titulares melhoraram, mas ainda foram ameaçados. Vira e mexe, Kenedy e Biro Biro ficavam livre de marcação e ganhavam de Gum e Elivelton na corrida. Biro voltou a marcar. Com a posse de bola, Cristóvão pediu capricho aos titulares no passe e paciência para chegar na frente. Sem ela, queria que os jogadores de ataque marcassem forte e acompanhassem a subida dos adversários, principalmente Rafael Sobis.

- Não para, Sobis! Não para! - gritou para o atacante, que perseguiu um adversário. 

Fred não fez um bom treino. Tocou pouco na bola, apesar de buscar tabelas, mas foi lento na corrida e praticamente não teve chances de finalizar. Num lance, encobriu o goleiro e marcou, mas a jogada estava parada. 

Na parte final, Cristóvão teve cuidado especial com a defesa. Diante do ataque adversário, linha de quatro formada por laterais e zagueiros e outra com mais quatro atletas no meio: Sobis, Jean, Diguinho e Wagner, com Conca à frente para puxar a saída. Fred ficou fora da atividade neste momento e foi trabalhar finalização. 

A estreia do Fluminense está marcada para este sábado, às 18h30 (de Brasília), no Maracanã. O Icasa-CE tenta na Justiça uma vaga na Série A no lugar dos catarinenses.

Fonte: Globo Esporte
Foto: Moyses Ferma
Texto: Richard Souza