Gum dá prazo até o final do mês ao Flu: "Se não acontecer, fico em paz"


Depois de Carlinhos, Gum. O zagueiro é mais um jogador com passado recente de sucesso que cobra definição da direção quanto ao futuro. Ao dar prazo até o final de abril para tratar da renovação de contrato, que vence ao final do ano, o camisa 3 espera por um desfecho positivo nas negociações. Caso contrário, irá buscar o melhor para a sua vida.

Gum revelou ter tido dois encontros com a direção do Flu para tratar da permanência. De acordo com ele, as partes têm interesse na continuidade do jogador nas Laranjeiras. Mas até o momento não houve acordo.

- Sou um cara muito correto em tudo o que faço. Já tive duas conversas com o pessoal do Fluminense. Eles passaram que têm interesse em renovar. Pela minha sinceridade com eles, disse que tenho carinho pelo clube e que desejo continuar. Já faz mais dois meses da primeira conversa. Então, dei prazo até o final deste mês. A preferência é do Fluminense. Vou honrar a minha palavra. Se não acontecer nada, nem de conversa ou proposta, fico em paz. E me sinto livre para tomar a decisão que quiser. Já tive quatro sondagens de outros clubes, mas decidi não ouvir nada pois vou esperar o Fluminense - disse Gum.

Desde 2009 nas Laranjeiras, Gum tem 239 jogos e 21 gols marcados. Foi campeão brasileiro em 2010 e 2012, ano em que também levantou a taça do Carioca. A história sempre foi acompanhada de críticas ao seu futebol. Situação que não o incomoda:

- Estou no meio da minha carreira. Tenho 28 anos. Pela idade, tenho tempo para jogar futebol. São 239 jogos aqui e isto dá uma responsabilidade maior. Devido à experiência, sou cobrado. Sei que o torcedor gosta de mim. Muitos pedem para eu ficar. Isso me deixa feliz. Tem algumas pessoas que falam mal, mas tenho reconhecimento. Nunca me escondi aqui.

Fonte: Globo Esporte
Texto: Hector Werlang
Foto: Reprodução Internet