Integrado ao profissional há pouco tempo, Marlon aguarda chance com calma

Integrado recentemente ao grupo profissional do Fluminense, o zagueiro Marlon, de apenas 19 anos, é mais uma promessa vinda de Xerém. O jogador sagrou-se campeão da Taça Guanabara Sub-20 no mês passado e logo depois passou a ser chamado para fazer atividades com o elenco principal. Ele já foi relacionado duas vezes pelo técnico Cristóvão Borges – contra Tupi-MG e Vitória – mas ainda não entrou em campo. Mesmo assim, mantém a calma.

- Não fico nervoso para estrear rápido. Sou muito calmo. Meu dia a dia vem sendo tranquilo, fui muito bem acolhido pelo grupo. No jogo-treino com o São Cristóvão, pude ir bem e espero manter este ritmo para buscar meu espaço. Costumam dizer que sou um zagueiro mais clássico, mas tento ser brucutu um pouco também, até porque zagueiro tem de saber a hora de chegar mais forte e também a de sair jogando – avisou Marlon.

Dentro do elenco, Marlon tem dois exemplos bem próximos com a mesma trajetória dele: Elivélton e Wellington Carvalho. Enquanto o primeiro é titular da zaga ao lado de Gum, o segundo teve a primeira oportunidade na temporada na partida contra o Tupi, em Juiz de Fora, pela Copa do Brasil. Marlon e Wellington têm conversado muito ultimamente sobre a possibilidade de poder entrar em campo para defender as três cores que traduzem tradição.

- Conversamos, claro, por que não? Trocamos sempre uma ideia. Recentemente ele falou comigo que estava ansioso para jogar. Eu disse que também tinha ansiedade, mas não nervosismo. Ele concordou. Quem sabe um dia nós possamos jogar juntos. Vamos trabalhar forte no dia a dia para, quem sabe um dia, isso acontecer – afirmou o zagueiro.

Comunicação Institucional FFC
Foto: Nelson Perez/Divulgação FFC
Fonte: Site Oficial do Fluminense FC