Nova área de treino ganha grama, e Flu terá máquinas para manter campo

O Fluminense deu início à última etapa da reforma do campo das Laranjeiras. Ao plantar grama no futuro espaço de treino físico e de goleiro, o clube espera concluir a novidade em duas semanas. E, a partir daí, manter o nível atingido após o trabalho - a remodelação do campo - iniciado ainda em dezembro do ano passado. Para isso, recebeu três máquinas para cuidar do tapete. 

A nova área fica atrás do gol à direita da tribuna de honra da casa tricolor. Na última segunda, a grama começou a ser plantada. A ideia é que o espaço concentre os trabalhos que mais prejudicam o campo: os físicos e os dos arqueiros. Desta forma, as avarias seriam diminuídas no espaço mais nobre do estádio. 

- Tudo transcorre dentro do que planejamos. Depois de plantar a grama, temos de fazer pequenos acabamentos - comenta Pedro Antônio Ribeiro da Silva, vice-presidente de projetos especiais, quem comanda o trabalho. 

Um deles é concluir a caixa de areia, que fica ao lado oposto da tribuna, inovação para auxiliar nas atividades físicas. Outro, a colocação de contêineres para armazenar os equipamentos que manterão a excelência alcançada. 

 - Agora, com esta nova máquina, vamos levar 50 minutos para cortar a grama. Antes, eram quatro horas. As outras duas são para furar o solo, o que é necessário para mantê-lo fofo, e recortar e replantar grama em áreas mais desgastadas. Tudo isto precisa de um local para ser armazenado, o que vamos fazer também - completou Pedro Antônio. 

O Flu volta a treinar na manhã desta quarta-feira. Dará continuidade à preparação para enfrentar o Flamengo, domingo, pelo Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte
Foto e texto: Hector Werlang