Paulo Angioni é novo diretor de futebol do Flu

Quase quatro meses depois da demissão de Felipe Ximenes, numa decisão que partiu de Celso Barros, patrocinador do Fluminense, o clube escolheu um novo diretor de futebol. Paulo Angioni já acertou o salário com o Tricolor e assinará até o fim do ano. O anúncio está previsto para esta quinta-feira. 

Há algum tempo o dirigente negociava com o clube. No último domingo, Angioni e o presidente Peter Siemsen tiveram mais uma rodada de negociações, e o martelo foi batido. A documentação que vai sacramentar a contratação está sendo redigida para a assinatura do vínculo.

Ao contrário de antecessor, Angioni chega com o aval de Celso Barros. O convite foi feito pelo clube, mas ele já conversou com o presidente da patrocinadora. À reportagem, Paulo Angioni preferiu aguardar o anúncio oficial do clube, mas confirmou a negociação avançada. 

- Existe uma conversa adiantada, mas não posso confirmar sem a palavra do presidente. A minha relação com a Unimed é a melhor possível. Tenho relação próxima com o Celso, nos conhecemos há 14 anos pelo menos. Sou um gestor na horizontal, trabalho com todos juntos, todos são importantes. Gosto da harmonia. Sou uma pessoa que delega. Trabalho assim. Celso é uma pessoa com quem tenho a melhor relação possível. Minha inclusão no Fluminense passa por esse processo de relacionamento próximo com as duas partes. Já passei por gestão compartilhada. Posso contribuir com o Fluminense.

Depois da saída de Ximenes, o vice de futebol Ricardo Tenório acumulou a função. Enquanto Renato Gaúcho era o técnico, os dois tratavam de assuntos do departamento, como a chegada de reforços, com Celso Barros.

Paulo Angioni já passou pelo Fluminense duas vezes. A primeira de 2000 a 2002. Na segunda, via Unimed, durou apenas três meses, em 2004. O executivo tem longa história no Vasco. Na Colina, foram 14 anos. Também trabalhou por Palmeiras, Flamengo e Corinthians. Seu último clube foi o Bahia. Lá, ocupou o cargo de gestor de futebol de abril de 2010 a maio de 2013.

Fonte: Ge
Texto: Cauê Rademaker e Richard Souza
Foto: Reprodução Internet