Atualmente estamos operando somente nas nossas redes sociais oficias

Flu troca de técnico, mas segue calvário e perde da Ponte Preta

Infeliz coincidência. Eduardo Baptista dançou o rock na cidade natal, em sua estreia como técnico do Fluminense, diante do clube que defendeu na categoria júnior. Na realidade, a vitória da Ponte Preta, 3 a 1, na noite deste sábado, em Campinas, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi construída no primeiro tempo, quando o Tricolor foi apático, e o paulista aproveitou para marcar os três gols. Mas não seria absurdo dizer que o time do Rio não jogou praticamente nada, confirmando a evidente decadência no Brasileiro.

O Fluminense começou desequilibrado sob o aspecto emocional, tanto que Douglas recebeu um cartão amarelo com um minuto, e o time, desorganizado nos três setores, tomou o primeiro gol aos sete, com Borges concluindo um bom lançamento de Felipe Azevedo. Em mais uma prova de instabilidade, Fred também foi advertido, aos 14, por reclamação. A vantagem deixou a Ponte ainda mais tranquila, administrando as dificuldades que o adversário tinha para jogar, e procurando ampliar nos contra-ataques. Num destes, aos 25, Diego Oliveira foi derrubado por Renato, no pênalti que Fernando Bob cobrou para enfiar 2 a 0. O Fluminense tinha até maior posse de bola, mas não ameaçava. Aos 41, Diego Oliveira foi à linha de fundo, cruzou, e Marlon escorou contra: 3 a 0.


O time carioca voltou para a etapa final com Marcos Júnior no lugar de Osvaldo. E a Macaca um tanto desligada, do que se beneficiou Gustavo Scarpa para diminuir, após passe de Fred. A equipe paulista recuou, oferecendo espaços para o Fluminense, e a exemplo do que ocorrera no tempo inicial, tentando surpreendê-lo nas saídas em velocidade. Nenhum dos times, porém, conseguia criar algo de útil.

E o tempo foi escorrendo, sem que nada de relevante ocorresse, apesar das mudanças promovidas pelos treinadores, incluindo a entrada de Ronaldinho Gaúcho. E o Fluminense completou oito rodadas sem vitória no Brasileiro. Melancólico.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 x 1 FLUMINENSE

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 19/09/2015, 21h
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Renda/Público: R$ 96.720,00 / 5.470 pagantes 
Cartões amarelos: Alexandro, Fernando Bob e Juninho (PON). Douglas, Fred, Renato e Cícero (FLU).
Cartão vermelho: Não houve
GOLS: Borges 1-0 (7'/1ºT), Fernando Bob 2-0 (25'/1ºT), Marlon (contra) 3-0 (41'/1ºT), Gustavo Scarpa 3-1 (1'/2ºT) 

PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Rodinei, Fábio Ferreira, Ferron e Juninho; Fernando Bob, Elton e Cristian (Clayson, 22'/2ºT); Felipe Azevedo, Diego Oliveira (Alexandro, 13'/2ºT) e Borges (Keno, 35'/2ºT). Técnico: Doriva.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Renato, Gum, Marlon e Léo Pelé; Edson, Douglas (Ronaldinho Gaúcho, 15'/2ºT), Gustavo Scarpa (Wellington Paulista, 29'/2ºT) e Cícero; Osvaldo (Marcos Junior - Intervalo) e Fred. Técnico: Eduardo Baptista.

Fonte: L!
Texto: Roberto Assaf
Foto: Reprodução Internet

About Me

Tecnologia do Blogger.

Blog Archive

Comments

Destaques

Facebook

Destaques

Find Us On Facebook

Random Posts

Advertise

Futebol

Nosso Instagram

Social Share

Random Posts

Destaques

Sponsor

Recent comments

Destaques
Destaques

Labels

Labels

Advertise

Destaques

Recent Comments

Destaques

Popular Posts

Recent Comments

Pages

Pages

Popular Posts

Most Popular

Curta nossa Fan page

Destaques