Eduardo comemora aplicação do time: ''Teve a cara do Fluminense''


Os jogadores do Fluminense foram muito elogiados pela aplicação tática apresentada no confronto diante do São Paulo, na noite desta quarta-feira, 14, no Maracanã. E não foi só pela postura do time no setor defensivo. Em entrevista coletiva realizada logo após o jogo, o técnico Eduardo Baptista destacou que as jogadas de ataque trabalhadas nos últimos treinos foram colocadas em prática com maestria durante a partida e acabaram sendo determinantes para a vitória do Time de Guerreiros.

- O time teve a cara do Fluminense, muito aplicado e competitivo, que briga por toda boa. Até o centroavante. Com a bola um time muito rápido. Meu trabalho aqui é fazer uma equipe com a cara do Fluminense. O gol (do Fred) foi treinado exaustivamente, foi uma jogada trabalhada. Algumas o São Paulo conseguiu neutralizar. Ficamos felizes pela entrega deles, sempre digo para acreditarem, porque nossos atacantes têm qualidade. Foi um lance muito plástico o do Marcos Junior. O do escanteio treinamos também. Jogadores que cobram bem, e jogadores como Fred, Gum e Cícero dentro da área. Jogo estava muito igual e conseguimos sair na frente – comentou o treinador tricolor.

Evidentemente, a postura do time quando esteve sem a posse de bola também mereceu elogios do treinador. Eduardo lembrou que o São Paulo, que tem jogadores eficientes em seu ataque, praticamente não ameaçou a meta tricolor durante os 90 minutos.

- Evolução sem a bola, jogamos de forma compacta. O São Paulo é um time que toda a equipe tem condições de armar as jogadas. Não entrou nenhuma bola por dentro. Conseguimos neutralizar isso muito pela compactação. Jogamos, rodamos a bola. Esse é o próximo passo. Precisamos jogar mais, temos condições, mas isso é trabalhado, virá com o tempo, vamos aumentar a confiança. Ter o jogador satisfeito, seguro, saber que se errar vai ter cobertura – comentou.

Segundo Eduardo, além de tranquilidade na tabela de classificação do Brasileiro, a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo dá ao time ainda mais confiança e motivação para o duelo com o Palmeiras, válido pela Copa do Brasil. Mas, ele lembrou que antes do primeiro confronto com a equipe paulista, o Fluminense tem mais um compromisso pelo Brasileirão. No domingo, 18, o Tricolor enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão, e a intenção do treinador é voltar a utilizar força máxima.

- Eu vejo o jogo de hoje como suma importância para o de quarta-feira. Ganhamos confiança e o jogo de domingo vai ser muito importante também. Eu acredito na repetição. Só se tiver alguém no Departamento Médico, aí a gente pensa. A intenção não é de poupar. É colocar um Fluminense tão forte para jogar de igual para igual com o Cruzeiro.

Comunicação institucional FFC
Fotos: Nelson Perez – Divulgação FFC
Fonte: Site Oficial do Fluminense FC