Fred explica saída e Eduardo Baptista celebra ''entrega'' dos atletas


Autor do primeiro gol do Fluminense, o atacante Fred não aguentou ficar até o final do jogo desta quarta-feira, no Maracanã, quando o Tricolor das Laranjeiras derrotou o São Paulo por 2 a 0 e afastou o perigo do rebaixamento. O artilheiro disse que pediu ao técnico Eduardo Baptista para ser substituído porque se sentia exausto.

Fred explicou que sua função era pressionar os zagueiros adversários quando a bola estava com o São Paulo e acabou correndo demais, em função da qualidade dos jogadores do São Paulo. "Nosso time se fechou atrás depois do segundo gol e eu fiquei correndo sozinho na frente. Dei muito pique atrás deles e acabei cansando antes do tempo", relatou.

Quem não escondia sua felicidade com o gol marcado em cima de Rogério Ceni foi o atacante Marcos Junior. Ele disse que se sentiu muito bem em fazer um gol no goleiro que se transformou em verdadeiro mito do futebol brasileiro.

Outro que não escondia a alegria era o meia Vinicius que entrou no time, pela primeira vez, desde que Eduardo Batista assumiu a direção técnica da equipe das Laranjeiras. Vinicius entrou no intervalo e reconheceu que ainda precisa recuperar a forma física para poder jogar todo o seu futebol. "Foi minha primeira partida depois da lesão e senti falta do ritmo de jogo", comentou.

Já o técnico Eduardo Baptista exaltava os dez dias de treinamento. Ele garantiu que os gols marcados pelo Fluminense foram consequência de jogadas ensaiadas durante o período de paralisação. O treinador tricolor disse que está conseguindo fazer uma equipe com a "cara" do Fluminense. Um time rápido e eficiente. "Ficamos felizes pela entrega deles. Eu sempre digo para acreditarem, porque nossos jogadores têm qualidades", encerrou o comandante.

Fonte: ESPN
Foto: Reprodução Internet