Scarpa admite vacilos, mas diz: “Nosso time pode jogar bem, isso é nítido”

Pela segunda vez consecutiva, o Fluminense deixou o Maracanã sem vencer. A derrota por 3 a 2 para a Chapecoense, na noite do último sábado, no Maracanã, impediu que o Tricolor engatasse uma sequência vitoriosa, já que vinha de um triunfo sobre o Vasco na rodada anterior.

Restando quatro jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, o time comandado por Eduardo Baptista chega ao fim de 2015 já com remotas chances de brigar por uma vaga na Libertadores. Um sentimento de frustração, obviamente, após a equipe encerrar o primeiro turno dentro do G4. Autor do segundo gol contra a Chapecoense e um dos destaques do Flu neste ano, o meia Gustavo Scarpa foi bem lúcido ao analisar a campanha tricolor na competição.

- Não tem um motivo especial para a queda que tivemos neste segundo turno. Nosso time pode jogar bem, isso é nítido. Mas sabemos que muitas vezes isso pode não ser suficiente para conseguirmos as vitórias. O problema é que quando vacilamos, levamos gols e fica mais muito mais difícil de correr atrás do resultado – explicou o meia tricolor, sem fugir da responsabilidade.

- Temos a noção de que vacilamos muito neste Brasileiro. Ninguém aqui está alienado diante desta situação. Mas temos de erguer a cabeça, conquistar o máximo de pontos que pudermos e projetar um 2016 melhor.

Após a partida diante da Chapecoense, os jogadores folgarão nos próximos dois dias. A reapresentação está marcada para a tarde da próxima terça-feira, nas Laranjeiras. Com 43 pontos na tabela, o Fluminense só volta a campo agora no dia 19, quando visitará o Grêmio, em Porto Alegre.

Comunicação Institucional FFC
Fotos: Bruno Haddad – Divulgação FFC
Fonte: Site Oficial do Fluminense FC