Cinco vira, dez acaba! Flu faz 10 a 0 no Capivariano e se classifica na Copa SP

No ritmo cinco vira e dez acaba, o Fluminense massacrou o Capivariano nesta quarta-feira pela terceira rodada do Grupo 13 da Copa São Paulo de Júnior. Na Arena Capivari, o Tricolor fez 10 a 0 sobre o Leão da Sorocabana, dono da casa, que se despediu da competição sem vencer nenhuma partida. Pedro, com cinco gols, foi o destaque do confronto, enquanto Wendel, com três gols, e Ramon e Gabriel, contra, completaram o placar.

O Fluminense igualou o Coritiba com a maior goleada da atual Copa São Paulo. Na primeira rodada, o Coxa havia marcado 10 a 0 sobre o União Barbarense, na chave com sede em Bauru. Ambos, porém, ficaram a quatro gols do recorde absoluto de gols em um mesmo confronto na história do torneio. Em 2010, o Santo André humilhou o Santana, do Amapá, ao fazer 14 a 0 em confronto também pela primeira fase disputado na cidade de Indaiatuba.

Com a classificação, o Fluminense aguarda o complemento da rodada para saber se avança como líder ou segundo colocado do Grupo 13. O Tricolor soma seis pontos, assim como o Água Santa, que ainda entra em campo contra o Real Noroeste no fechamento da chave de Capivari. Na segunda fase, os times duelam contra as equipes do Grupo 14, que conta com Avaí e Primavera já classificados, restando saber apenas quais as posições dos clubes para saber os cruzamentos na fase de mata-mata.

O jogo

A goleada do Fluminense teve início aos seis minutos. Paulinho recebeu dentro da área e rolou para Pedro, que bateu de primeira: 1 a 0. Três minutos mais tarde, Wendel tabelou com Ramon, recebeu na frente e tocou na saída do goleiro para ampliar o placar: 2 a 0. Aos 26, Pedro marcou o terceiro gol. Em jogada individual, ele invadiu a área e tocou para a rede: 3 a 0. Dois minutos depois saiu o quarto gol. Pedro cruzou da esquerda e o zagueiro Gabriel marcou gol contra ao tentar afastar: 4 a 0. Antes do intervalo, Pedro ainda marcou seu terceiro gol no jogo, o quinto do Flu: 5 a 0.

O massacre continuou aos três minutos do segundo tempo. Pedro, novamente, recebeu dentro da área e marcou seu quarto gol: 6 a 0. Quatro minutos depois, o artilheiro do jogo ampliou o placar com mais um gol: 7 a 0. Aos 14, coube a Wendel receber na entrada da área e bater rasteiro para fazer outro gol do Flu: 8 a 0. O novo gol também foi do camisa oito, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro: 9 a 0. Ramon, pegando o rebote da zaga, também deixou o dele, aos 20 minutos: 10 a 0. Depois disso, o Tricolor diminuiu o ritmo e criou poucas chances para marcar mais gols.

Fonte: Ge
Foto: Reprodução Internet